Vídeos de Funaro podem dar combustível à oposição contra Temer - WSCOM

menu

Brasil & Mundo

14/10/2017


Vídeos de Funaro preocupam Planalto

A divulgação dos vídeos gravados da delação do depoimento do doleiro Lúcio Funaro à Procuradoria Geral da República (PGR) acendeu o sinal amarelo no Palácio do Planalto. A avaliação no governo é de que, apesar do conteúdo já ter sido usado para a elaboração da segunda denúncia contra o presidente Michel Temer, a imagem de Funaro relatando o esquema da cúpula do PMDB da Câmara terá impacto na opinião pública e será explorado pela oposição na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).

No depoimento, Funaro apresenta detalhes de um suposto esquema de propina que envolveria todo o grupo do deputado cassado Eduardo Cunha. A expectativa inicial no Palácio do Planalto era de que o debate na CCJ seria morno na próxima semana. O governo havia comemorado o relatório favorável do deputado tucano Bonifácio de Andrada, mas sofreu um revés logo depois do feriado de Aparecida.

“O problema é que a oposição ganhou um novo combustível para atacar Temer na CCJ”, disse ao Blog um interlocutor de Temer.

Agora, a estratégia do governo é tentar diluir ao longo da próxima semana o impacto das imagens do depoimento de Funaro para que na semana do dia 24 de outubro o tema já tenha sido esvaziado, quando há previsão do tema ser apreciado em plenário. 

Notícias relacionadas