Trabalhadores têm até 30 de junho para receber PIS-Pasep de 2004 - WSCOM

menu

Economia & Negócios

05/06/2006


Trabalhadores têm até 30 de

O prazo para receber o PIS-Pasep de 2004 termina em 30 de junho. Têm direito a sacar R$ 300,00 os contribuintes cadastrados no PIS e no Pasep no mínimo há cinco anos, ou seja, ter carteira assinada desde 2000. Precisam também ter trabalhado, em 2004, no mínimo 30 dias e ter recebido, em média, durante o ano de 2004, até dois salários mínimos. É necessário ainda que o empregador, público ou privado, tenha incluído esses trabalhadores na Relação Anual de Informações Sociais (Rais) do ano base de 2004.

Se o trabalhador que estiver nessas condições, for do setor privado deve se dirigir à Caixa Econômica Federal, e se for funcionário público deve se dirigir ao Banco do Brasil. O trabalhador deve levar à instituição bancária um documento de identidade com o número do PIS/ Pasep.

De acordo com o secretário de Políticas Públicas de Emprego do Ministério do Trabalho, Remígio Todeschini, se o dinheiro não for retirado até 30 de junho, volta automaticamente ao Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) e depois não poderá mais ser retirado.

Em entrevista à Rádio Nacional , Todeschini informou que 10 milhões de pessoas têm o direito de receber o dinheiro do PIS/ Pasep no Brasil. Segundo ele, até o final de abril, 8,8 milhões de pessoas tinham recebido o benefício. O secretário disse ainda que algo em torno de 1,9 milhão de pessoas não recebem o dinheiro. “Por diversos motivos: desconhecimento, mudança de endereço, por exemplo, trabalhava em Brasília e voltou para o seu estado de origem”, explicou.

Para maiores informações, o trabalhador do setor privado pode discar para a CEF no 0800-5740101. No caso de servidor público, ligar para o Banco do Brasil no 0800-7295678. A ligação é gratuita.

Notícias relacionadas