WSCOM Online

Login no site Esqueci minha senha O que é Vozmice?
Busca no site

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit. Aliquam dapibus leo quis nisl. In lectus. Vivamus consectetuer pede in nisl. Mauris cursus pretium mauris. Suspendisse condimentum mi ac tellus. Pellentesque habitant morbi tristique senectus et netus et malesuada fames ac turpis egestas. Donec sed enim. Ut vel ipsum. Cras consequat velit et justo. Donec mollis, mi at tincidunt vehicula, nisl mi luctus risus, quis scelerisque arcu nibh ac nisi. Sed risus. Curabitur urna. Aliquam vitae nisl. Quisque imperdiet semper justo. Pellentesque nonummy pretium tellus.

Menu de navegação

/ Notícias / Saúde

1/9/10 - 10:30 AM


Internações por doenças causadas pela falta de saneamento diminuem no Brasil


No entanto, desigualdade cresce entre Estados mais e menos desenvolvidos

O número de internações por doenças relacionadas ao saneamento ambiental inadequado no Brasil caiu 42% em 15 anos, entre 1993 e 2008, como apontam os Indicadores de Desenvolvimento Sustentável 2010 divulgados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), nesta quarta-feira (1º). Foram 732,8 internações para cada cem mil habitantes em 1993, contra 308,8 em 2008.

Apesar disso, o levantamento mostra uma desigualdade entre as regiões do país. Em 2008, enquanto no Norte do país 654 pessoas para cada cem mil habitantes foram internadas, no Sudeste a relação foi de 126. Naquele ano, enquanto os Estados de Piauí e Pará tinham em torno de 900 internações por cem mil moradores, em São Paulo esse volume não chegou a 80, de acordo com o estudo.

As doenças de transmissão feco-oral (como diarreias, febre decorrente de problemas no intestino e hepatite A), correspondem a 80% do total de internações por doenças relacionadas ao saneamento ambiental inadequado na maioria dos anos analisados.

As diarreias, diz o estudo, atingem principalmente as regiões menos desenvolvidas e se transformam em um problema ainda maior quando aliadas pessoas com saúde debilitada (pessoas com Aids, por exemplo) e a desnutrição, sendo apontada como uma das principais causas para a mortalidade infantil.

Além de diarreia, também fazem parte do quadro de doenças relacionadas ao saneamento ambiental inadequado a febre amarela, leptospirose, micoses, leptospirose, entre outras.

O conceito de saneamento básico da Funasa (Fundação Nacional de Saúde) engloba abastecimento de água potável, a coleta, o tratamento e a disposição do esgoto e o dos resíduos sólidos e gasosos; limpeza urbana, drenagem, controle de vetores (transmissores) de doenças, disciplina da ocupação e uso do solo, além de obras de estrutura para proteger e melhorar condições de vida.



G1


Os comentários não representam a opinião do site, portanto, não nos responsabilizamos por seu conteúdo


Comentários

1 Respostas para Doenças causadas por falta de saneamento


  • Matheus Guilherme de Alencar: 2012-03-22 13:48:21

    Ousadia





Revista Nordeste

Veja nesta edição: O Futuro do Brasil.


Veja no Portal NORDESTE:

Busca no site


© Todos os direitos reservados - Grupo WSCOM de Comunicação - www.wscom.com.br

Produzido por Construir Sites