Sargento do Corpo dos Bombeiros continua preso acusado de violentar garoto - WSCOM

menu

Policial

15/06/2006


Sargento do Corpo dos Bombeiros

Continua preso no Corpo de Bombeiros até hoje, o sargento do Corpo de Bombeiros Hildo Josias de Souza, de 37 anos, acusado de violentar um garoto de oito anos, em Mangabeira, onde estava passava alguns dias com a mãe, Ednalva dos Santos Silva, na casa de uma tia.

Vizinhos disseram que a violência do sargento foi tamanha que o garoto precisou ser operada. Além disso o médico que o atendeu no hospital Arlinda Marques, inclusive, se disse horrorizado com a brutalidade do abuso.

Relatos de vizinhos asseguraram ique o crime aconteceu por volta das 15h de ontem, quando o acusado levou o menor para sua casa, localizada no loteamento Nova Mangabeira, lote 67 da quadra 63.

O fato só descoberto com telefonema anônimo para o Conselho Tutelar de Mangabeira denunciando o ocorrido. Uma das conselheiras foi na manhã de hoje à casa onde está o menor e constatou a veracidade da denúncia.

Nesta quinta-feira, frente a frente, o menor rapidamente reconheceu o acusado. E após uma série de exames ficou provado que o menor foi amarrado pelos pés e pelas mãos, além de ter sido amordaçado antes de ser violentado.

O delegado Valdélio Lobo, que estava de plantão na 11ª Delegacia da Polícia Militar, informou que Hildo Josias era uma figura conhecida no bairro como sendo um tarado, apesar de que nunca tinha sido preso por isso.

Notícias relacionadas