PSB revê lista de vice neste fim de semana, apesar de afirmar que nome de Marcon - WSCOM

menu

Política

24/06/2006


PSB revê lista de vice

Durante o fim de semana, o PSB estará se reunindo novamente com o prefeito Ricardo Coutinho para reavaliar as indicações do partido para vice do senador José Maranhão (PMDB). No entanto, o presidente municipal do PSB, Edvaldo Rosas, adiantou que o nome do deputado federal Marcondes Gadelha (PSB) não está em debate para o cargo.

Os nomes apresentados pelo partido até o momento foram os de Edvaldo Rosas, Paula Frassinete, Neto Franca, Leonardo Fortes e José Célio de Sousa. Alem desses, completando o mosaico de nomes disponibilizados pela Frente ao senador, o PT apresentou o deputado estadual Frei Anastácio e o deputado federal Luiz Couto (PT) e o PC do B conta com o nome de Simão Almeida.

Setores do PMDB afirmam que à maioria dos nomes apresentados pela Frente de Esquerda falta coeficiente eleitoral. Rosas rebate, alegando que não se vota em vice e cita o caso da vice governadora Lauremília Lucena, que antes do pleito de 2002 não tinha experiência eletiva.

Em paralelo a tudo isto, nesta última semana, o nome de Gadelha tem sido alvo constante de especulação dentro do PMDB, constando de várias listas internas, e o próprio senador admitiu que não tem qualquer restrição ao deputado, muito pelo contrário.

Contudo, Rosas continua afirmando que o nome não vai ser disponibilizado. “A prioridade para o PSB é vencer a cláusula de barreira, isso é o essencial”, justifica, garantindo que Marcondes Gadelha é um medalhão com o qual o partido tem contado para passar dos 5% de representação dentro do Congresso Federal.

Entretanto, tudo pode acontecer neste fim de semana. “Vamos discutir outros nomes”, diz o presidente. Ao que tudo indica, a Frente apresentará uma lista formal ao senador já na segunda.

No encontro de ontem, sexta, 23, ficou acertado com o senador que todo o processo será encerrado até a próxima quarta, 28.

Nadja Palitot – Sobre a possível inclusão do nome da vereadora Nadja Palitot na lista do PSB, Edvaldo Rosas garantiu que depende do presidente estadual do partido, o prefeito de João Pessoa, Ricardo Coutinho, mas adiantou: “não há veto nenhum do partido”.

“ O nome dela foi aprovado por unanimidade”, explica, todavia ficou acordado que a indicação de Nadja passaria por uma reunião com o prefeito Ricardo Coutinho, porque, segundo Rosas, ele estava ausente da reunião da Executiva.

Na quinta-feira, 22, Nadja questionou por que o nome dela não aparecia na lista, já que ela está posta para concorrer uma vaga para deputada estadual e não haveria nenhuma perda caso saísse para disputar a vice governadoria, pelo menos no que tange a questão da cláusula de barreira.

Notícias relacionadas