Previsão de analistas para a inflação continua sendo de queda - WSCOM

menu

Brasil & Mundo

19/06/2006


Previsão de analistas para a

Os analistas do mercado financeiro voltaram a reduzir as expectativas para a inflação deste ano. Levantamento realizado pelo Banco Central na sexta-feira (16) mostra que eles já acreditam em um Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) para 2006 de 4,17% e, não mais, de 4,22%, como registrado no boletim Focus da semana passada.

O resultado da pesquisa de opinião foi divulgado hoje (19) pelo Banco Central. Índice que baliza as correções oficiais, o IPCA do mês deve baixar da previsão anterior de 0,20% e ficar em torno de 0,15%. Foi reduzida também, de 4,26% para 4,23%, a projeção de inflação para os próximos 12 meses, embora seja de alta a estimativa de inflação para o mês que vem, devendo ficar em torno de 0,35%.

O boletim Focus manteve também a projeção de 4,5% — em linha com a meta oficial de inflação – para o reajuste acumulado dos preços administrados por contrato, ou monitorados (combustíveis, energia elétrica, telefonia, água, educação, medicamentos, transporte urbano e outros). E o mesmo índice deve se repetir em 2007.

O Índice de Preços ao Consumidor, medido pela Fundação Instituto de Pesquisa Econômica (IPC-Fipe) da Universidade de São Paulo (USP) revela que o comportamento de preços na capital paulista continua em baixa. Por isso, manteve a previsão de 3,04% para a inflação anual.

Ao contrário do varejo, porém, os preços estão em alta no mercado atacadista há duas semanas. O Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI) aumentou de 3,25% para 3,28%, e o Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M) passou de 3,15% para 3,24% nas previsões dos economistas da iniciativa privada.

Notícias relacionadas