Portugal vence com gol de Deco e vai à 2ª fase depois de 40 anos - WSCOM

menu

Internacional

17/06/2006


Portugal vence com gol de

A seleção de Portugal cumpriu a primeira etapa de seu projeto que almeja uma vaga nas quartas-de-final. Com um belo gol do brasileiro naturalizado português Deco e outro de pênalti de Cristiano Ronaldo, a seleção dirigida por Luiz Felipe Scolari derrotou o Irã por 2 a 0 e atingiu a classificação matemática para a segunda fase da competição, em feito que não acontecia há 40 anos.

Desde o Mundial de 1966, quando a equipe de Eusébio e companhia eliminou o Brasil e terminou na terceira colocação, Portugal não chegava à fase eliminatória de uma Copa. Também havia 40 anos que os portugueses não venciam duas partidas seguidas em Mundiais.

Com o resultado deste sábado, Portugal assume a primeira colocação isolada do grupo D, com seis pontos conquistados. Para garantir a primeira colocação da chave, basta um empate na rodada final contra o México.

Por sua vez, o Irã, com a segunda derrota em duas rodadas, vê as chances de classificação para as oitavas-de-final cair por terra. A briga pela segunda vaga da chave agora é exclusiva entre México (quatro pontos) e Angola (um ponto).

Apesar do triunfo histórico, Portugal apresentou um futebol com pouca imaginação, assim como na vitória sobre Angola na estréia, com Pauleta muito isolado na frente, sem receber um passe preciso durante todo o jogo.

Desfalque na estréia, quando Portugal bateu Angola por 1 a 0 com um desempenho até certo ponto frustrante, Deco estreou na Copa do Mundo com atuação regular.

A presença do jogador melhorou discretamente a performance do meio-campo, principalmente porque Figo deixou de atuar deslocado, jogando pelas pontas, no setor onde melhor se destaca.

No entanto, Deco acabou fazendo a diferença com uma de suas principais virtudes, o arremate colocado de fora da área, que abriu o caminho da vitória. Foi o segundo gol de um brasileiro naturalizado nesta Copa. Antes, Zinha havia marcado a favor do México.

O jogo

A primeira chance de Portugal aconteceu aos 5min, quando Maniche arriscou de longe, por cima do gol de Mirzapour. Dois minutos depois, em jogada ensaiada de escanteio, o mesmo volante recebeu de Figo tentou acertar o gol iraniano, mas sem sucesso.

Os portugueses quase chegaram ao gol aos 12min, quando Deco recebeu passe de Figo e bateu forte de perna esquerda. Em bela intervenção, o goleiro Mirzapour desviou para escanteio e evitou o gol.

Novamente em uma jogada de escanteio Portugal quase chegou ao gol. Aos 28mim, depois da cobrança da esquerda, Ricardo Carvalho ganhou da marcação iraniana, mas desviou pela linha de fundo. Seis minutos depois, Cristiano Ronaldo levou perigo ao goleiro Mirzapour em chute cruzado após jogada individual.

Na melhor chance portuguesa no primeiro tempo, aos 44min, Miguel avançou pelo lado direito da área e bateu cruzado para a boa defesa do goleiro Mirzapour.

No segundo tempo, Pauleta deu o ar da graça aos 8min, quando se esticou para desviar cruzamento com a perna esquerda. A bola acabou passando acima do gol iraniano.

Logo um minuto depois, Mirzapour evitou o gol de Portugal parando disparo à queima-roupa de Cristiano Ronaldo.

Portugal enfim chegou ao gol aos 17min, quando Deco recebeu passe de Figo na intermediária e acertou um belo arremate de fora da área. A bola entrou no ângulo direito alto de Mirzapour.

Os iranianos quase chegaram ao empate aos 23min, quando Khatibi recebeu lançamento em profundidade e tocou na saída de Ricardo. A bola acabou saindo à esquerda do gol português.

A seleção de Scolari definiu a vitória aos 34min, quando Figo foi derrubado na área. Cristiano Ronaldo converteu o pênalti com eficiência e assegurou a vitória lusa.

Notícias relacionadas