WSCOM Online

Login no site Esqueci minha senha O que é Vozmice?
Busca no site

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit. Aliquam dapibus leo quis nisl. In lectus. Vivamus consectetuer pede in nisl. Mauris cursus pretium mauris. Suspendisse condimentum mi ac tellus. Pellentesque habitant morbi tristique senectus et netus et malesuada fames ac turpis egestas. Donec sed enim. Ut vel ipsum. Cras consequat velit et justo. Donec mollis, mi at tincidunt vehicula, nisl mi luctus risus, quis scelerisque arcu nibh ac nisi. Sed risus. Curabitur urna. Aliquam vitae nisl. Quisque imperdiet semper justo. Pellentesque nonummy pretium tellus.

Menu de navegação

/ Notícias / Paraíba

7/14/13 - 11:51 AM


Criança morre no hospital de Bayeux; COREN denuncia sucateamento e fala em interdição


Criança morreu aos poucos após passar mais de dez horas em atendimento, segundo o Coren

Criança morreu no hospital de Bayeux (Crédito: Foto: Ariofox / Bayeux em Foco)

O caos que se instalou na Saúde do município de Bayeux, administrado por três médicos (prefeito, vice e secretário), fez mais uma vítima na noite deste sábado (13). Desta vez, uma criança morreu aos poucos após passar mais de dez horas em atendimento na unidade hospitalar que, segundo o Coren, está sucateada.

Segundo Ronaldo Miguel, presidente do COREN/PB (Conselho Regional de Enfermagem da Paraíba) , a menor DSS, residente na Rua Projetada 180 A, em Várzea Nova, deu entrada às 12h no Hospital municipal de Bayeux com quadro de parada respiratória, o que obrigou a equipe a entubar (ventilar) a paciente, mas o procedimento "simples" acabou se tornando um transtorno que levou à criança à morte pelo fato de o ventilador mecânico, que deveria estar funcionando, simplesmente está quebrado e sem previsão de reparo, o que obrigou os enfermeiros a manterem a criança respirando por métodos manuais há mais de dez horas.

Ronaldo denunciou que o hospital não possui equipamentos mínimos para o atendimento de urgência e revelou que pela falta de estruturar deverá interditar a ala em que a criança foi atendida.

Esse não é o primeiro caso em que um paciente vem a óbito no hospital de Bayeux por falta de médicos, equipamentos e negligência. Os relatos dos funcionários são apavorantes quanto aos absurdos praticados pela atual administração municipal.

Enquanto uma criança morria lentamente no hospital de Bayeux por falta de equipamento, no mesmo horário o prefeito Expedito Pereira (PSB) e uma tropa de assessores se esbaldavam com bebidas e comidas em uma festa realizada no Rotary Clube.

da Redação com Bayeux em Foco


Os comentários não representam a opinião do site, portanto, não nos responsabilizamos por seu conteúdo


Comentários

1 Respostas para Criança morre no hospital de Bayeux


  • majol: 2013-07-14 16:04:04

    a historia parece mal contada. se estava em parada cardiaca, pq nao foi transferida imediatamente?





Revista Nordeste

Veja nesta edição: Os novos desafios do Brasil em 2015.


Veja no Portal NORDESTE:

Busca no site


© Todos os direitos reservados - Grupo WSCOM de Comunicação - www.wscom.com.br

Produzido por Construir Sites