WSCOM Online

Login no site Esqueci minha senha O que é Vozmice?
Busca no site

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit. Aliquam dapibus leo quis nisl. In lectus. Vivamus consectetuer pede in nisl. Mauris cursus pretium mauris. Suspendisse condimentum mi ac tellus. Pellentesque habitant morbi tristique senectus et netus et malesuada fames ac turpis egestas. Donec sed enim. Ut vel ipsum. Cras consequat velit et justo. Donec mollis, mi at tincidunt vehicula, nisl mi luctus risus, quis scelerisque arcu nibh ac nisi. Sed risus. Curabitur urna. Aliquam vitae nisl. Quisque imperdiet semper justo. Pellentesque nonummy pretium tellus.

Menu de navegação

/ Notícias / Paraíba

7/20/13 - 8:21 AM


Barragem com 9,56 milhões de metros cúbicos garantirá água até 2030 na Grande JP


Reservatório será construída dentro do projeto das obras da Translitorânea

Com o objetivo de esclarecer as dúvidas da população, o Governo do Estado, por meio da Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) apresentará, neste sábado (20), aos moradores do município de Caaporã, o projeto de construção da barragem de Cupissura, que contempla a segunda etapa da Translitorânea.

O gerente executivo de Obras da Cagepa, engenheiro Luciano Nóbrega, informou que a segunda fase de obras da Translitorânea contempla a construção de uma barragem de acumulação com capacidade de 9,56 milhões de m³, uma estação elevatória de água bruta e uma adutora de água bruta com 10.680m de extensão”.

Segundo o diretor de Expansão da Cagepa, Leonardo Brasil, é fundamental a participação civil para o acompanhamento da obra, que reforçará o abastecimento d’água na região metropolitana de João Pessoa.

“Com a implementação deste projeto, passaremos a atender 100% da população, garantindo o abastecimento com água tratada até o ano de 2030 nas cidades de João Pessoa, Bayeux, Santa Rita, Cabedelo, Conde e Alhandra. Convidamos os moradores para o debate deste sábado, para que se informem e contribuam com a execução do serviço público”, frisou o diretor de Expansão, acrescentando que a reunião será realizada na Escola Municipal Maria do Carmo Rodrigues, na Comunidade Retiranã, na Zona Rural de Caaporã, a partir das 15h.

De acordo com a subgerência de Programas Especiais da Cagepa, a informação da população é um dos requisitos para a obtenção do licenciamento ambiental da obra. “Técnicos sociais da Cagepa também começaram a visitar as famílias, tirando dúvidas e fazendo o trabalho educativo para a manutenção futura da barragem. As reuniões são importantes principalmente para o controle social do projeto. É bom lembrar que o Estado compartilha a gestão da água com o poder público”, explicou Suzanete Oliveira, subgerente substituta.

Da Redação (com Assessoria)
WSCOM Online







Revista Nordeste

Veja nesta edição: O voto que decidirá as eleições.


Veja no Portal NORDESTE:

Busca no site


© Todos os direitos reservados - Grupo WSCOM de Comunicação - www.wscom.com.br

Produzido por Construir Sites