No São João, Procon monta estande para garantir direitos do consumidor - WSCOM

menu

Economia & Negócios

23/06/2006


No São João, Procon monta

O Procon de João Pessoa estará desenvolvendo uma ação educativa junto aos comerciantes, fornecedores e consumidores que estarão participando do ‘São João de João Pessoa – O melhor da gente’, no Centro Histórico da Capital, entre os dias 23 e 29.

Segundo o Procon, tudo o que se refere a preço de produtos, data de validade e segurança dos serviços oferecidos no local serão vistoriados pela equipe do órgão. O Procon montará um estande no local para dar informações à população e garantir a preservação dos direitos dos consumidores que festejarão o São João na Capital.

De acordo com o coordenador do Procon, Sandro Targino, os comerciantes que estarão com as barracas no local, serão informados sobre os direitos da população no que diz respeito ao que irá consumir e sobre os serviços que estarão disponíveis durante os sete dias de festa.

Ele acrescentou, ainda, que os comerciantes têm a obrigação de colocar os preços dos produtos bem à mostra da população – quer sejam em tabelas ou em cardápios. O prazo de validade e o acondicionamento dos produtos, também, serão fiscalizados pela equipe do Procon. “A pessoas têm que estar seguras de que os preços do que elas querem consumir já estão previamente estipulados e não no momento da venda. Vamos estar em vigilância permanente aos fornecedores e comerciantes de carne e alimentos em geral para que a qualidade seja mantida”, disse Targino.

A Prefeitura de João Pessoa (PMJP) determinou – em todos os eventos populares – a proibição da venda de bebidas alcoólicas em garrafas de vidro, como forma de preservar a segurança das pessoas. Por isso, o Procon estará, permanentemente, fiscalizando o cumprimento dessa determinação, garantindo a segurança da população que quer festejar o São João.

O estande do Procon estará montado a partir do próximo domingo (25), na sede da Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope). “Além de técnicos que ficarão no local informando e recebendo eventuais denúncias de violação do Código dos Direitos do Consumidor, fiscais estarão circulando por todo espaço da festa popular fazendo a vistoria em cada barraca”, explicou Sandro Targino.

Notícias relacionadas