Maranhão anuncia chapa nesta quarta às 13h; vice será Rodrigo Soares, com aval d - WSCOM

menu

Política

27/06/2006


Maranhão anuncia chapa nesta quarta

O nome do candidato a vice-governador que irá compor a chapa do senador José Maranhão (PMDB) ao Governo do Estado deve ser confirmado nesta quarta-feira, 28, às 13h, na Associação Paraibana de Imprensa (API). O nome confirmado no momento é do deputado estadual Rodrigo Soares, que recebeu o aval do Diretório Nacional do PT. O nome de Rodrigo foi antecipado na coluna do jornalista Walter Santos.

No decorrer da noite, o senador Maranhão manteve contatos com o Diretorio Nacional, a partir de Brasilia, resumindo a reunião e o indicativo de escolha de um nome do PT – o do deputado estadual Rodrigo Soares.

Ao terminar a reuniao, uma coisa ficou certa: o nome sairia mesmo da ‘Frente de Esquerda’, formada pelo PT, PSB, PC do B e PCB. As decisões foram tomadas durante reunião no início da noite desta terça-feira, 27, na residência do senador, em João Pessoa.

Estiveram presentes lideranças de todos os partidos da Frente, que reafirmaram as alianças entre si, no intuito de minimizar as ameaças de rompimento do PT.

“A reunião consolidou a Frente de Esquerda, que respeitará qualquer nome escolhido por José Maranhão”, declarou Edivaldo Rosas, presidente municipal do PSB.

O senador José Maranhão considerou que o encontro foi franco e levou para um consenso entre o PMDB e a Frente.

“Esse grupo dá um respaldo muito grande à Frente de Esquerda”, selou Maranhão.

O prefeito Ricardo Coutinho, presidente estadual do PSB, informou que seu partido vem seguindo firme no seu projeto e que cumprirá o documento assinado entre os partidos da Frente.“Hoje foi reafirmado a reunião desse conjunto de forças. Não pode haver imposição de ninguém porque esse não é o processo. Nós nos unimos para construir e para elaborar um plano de governo para a Paraíba”, acrescentou Coutinho.

O presidente estadual do PT, Frei Anastácio, afirmou que os nomes estão postos e o seu partido aprova a aliança. Ele afirmou que as ameaças de rompimento eram estratégias políticas.

“São táticas, metodologias que usamos para fazer as coisas caminharem”, afirmou.

Mas quando inquirido se o PT não teria candidato ao senado, Anastácio desconversou: “Fiquem despreocupados que amanhã, ao meio-dia, teremos um desfecho”.

Com a aliança firmada, o PMDB ganhará, substancialmente, mais tempo no horário eleitoral gratuito.

Novo nome – Durante a reunião, o PSB apresentou mais um nome para apreciação do senador: Carlos Batinga – escolhido, por unanimidade – na reunião da última segunda-feira, 26, na sede do partido.

O novo candidato gerou certa expectativa de que seria o nome escolhido por ter sido apresentado de última hora.

Novos nomes – O PT, numa tentativa de angariar definitivamente o cargo, abriu todo o quadro do partido para escolha do vice, sem excluir a preferência por Luís Couto e Frei Anastácio.

“É uma decisão da Executiva Estadual de não vetar nenhum nome, abrindo mais possibilidades de escolha a José Maranhão”, declarou Frei Anastácio,

Alianças – O senador José Maranhão também informou que o agente determinante para as alianças na chapa proporcional será o candidato.

Frei Anastácio informou que o PT se reunirá na quinta-feira, 29, para se decidir, ou não, pela formação da chapa.

Notícias relacionadas