Lula: Luz para Todos já beneficia 3,3 milhões - WSCOM

menu

Brasil & Mundo

19/06/2006


Lula: Luz para Todos já

O programa Luz para Todos, do governo federal, já beneficia 3,3 milhões de pessoas no campo em todo o país, disse o presidente Luiz Inácio Lula da Silva no programa semanal de rádio Café com o Presidente. Ele afirmou que participará hoje (19) da chegada do programa à comunidade Paiaiá, no município de Santo Estevão, na Bahia.

Criado em 2004, o programa tem como meta atender 10 milhões de pessoas no meio rural até 2008. De acordo com o ministro de Minas e Energia, Silas Rondeau, que participou do programa de rádio, o Luz para Todos deverá atingir cerca de metade da meta até o final deste ano. A ligação elétrica nas casas é gratuita e os beneficiados recebem três pontos de luz e duas tomadas. O programa gasta, em média, R$ 5.300 com cada ligação. “Tem sido uma festa quando chegamos e vemos a alegria das pessoas que a partir dali podem refrigerar sua alimentação”, ressaltou Rondeau.

O presidente Lula lembrou que viveu em uma casa sem luz elétrica até os sete anos de idade e que sabe o significado da chegada da energia. “Uma pessoa que vive com um candeeiro, de repente ela recebe luz elétrica. Ali ela pode ter uma geladeira, pode ter um rádio, pode ter uma televisão, pode ter uma casa de farinha, pode ter uma melhoria substancial na qualidade de vida dela”, disse Lula.

Questionado pelo presidente sobre os avanços nas comunidades atendidas pelo Luz para Todos, o ministro Silas Rondeau destacou que muitas famílias estão acompanhando pela primeira vez a Copa do Mundo de Futebol devido ao acesso à energia elétrica. “Quantas e quantas famílias estão vendo pela primeira vez, tendo condições de ver os jogos do Brasil. Isso acontece em comunidades quilombolas. Está acontecendo em comunidades indígenas. Essas comunidades dificilmente teriam a oportunidade de estar tendo acesso a isso”.

Para ter acesso ao programa, o pequeno agricultor deve fazer uma solicitação à empresa de energia responsável pelo fornecimento na área onde vive.

Notícias relacionadas