WSCOM Online

Login no site Esqueci minha senha O que é Vozmice?
Busca no site

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit. Aliquam dapibus leo quis nisl. In lectus. Vivamus consectetuer pede in nisl. Mauris cursus pretium mauris. Suspendisse condimentum mi ac tellus. Pellentesque habitant morbi tristique senectus et netus et malesuada fames ac turpis egestas. Donec sed enim. Ut vel ipsum. Cras consequat velit et justo. Donec mollis, mi at tincidunt vehicula, nisl mi luctus risus, quis scelerisque arcu nibh ac nisi. Sed risus. Curabitur urna. Aliquam vitae nisl. Quisque imperdiet semper justo. Pellentesque nonummy pretium tellus.

Menu de navegação

/ Notícias / Internacional

4/26/12 - 4:10 PM


Garoto remove "casco de tartaruga" das costas com cirurgia


Cirurgião diz que marca de nascença gigante é o pior caso que ele já viu

 Didier Montalvo, um garoto de seis anos da Colômbia, recebeu o apelido de “menino tartaruga” por causa da uma marca de nascença gigante que cobriu suas costas.

Conhecida como nevo melanocítico congênito, a “marca de nascença” afeta um em 20 mil recém-nascidos.

Este problema, além de causar dor na pele, também afetou bastante a confiança de Didier.

A família, por ser pobre, não tinha condições de pagar uma cirurgia. Mas, como sua história chegou ao jornal local, o menino recebeu várias doações.

A cirurgia foi realizada pelo doutor Neil Bulstrode, do hospital Great Ormond Street, em Londres. O cirurgião disse ao tabloide britânico Mirror que essa marca é a pior que ele já viu.

— O caso de Didier é o pior que eu já vi, devido ao tamanho e o volume da lesão. Quando eu vi fotos dele, um dos meus primeiros sentimentos foi que se pudéssemos removê-la, íamos melhorar sua qualidade de vida.

Toda a história de Didier foi documentada e, pela imagem do garoto, dá para ver que a cirurgia foi um sucesso. Ela vai ao ar na Inglaterra, no Channel 4.

R7.







Revista Nordeste

Veja nesta edição: O voto que decidirá as eleições.


Veja no Portal NORDESTE:

Busca no site


© Todos os direitos reservados - Grupo WSCOM de Comunicação - www.wscom.com.br

Produzido por Construir Sites