INSS encerra greve e agências retomam o atendimento - WSCOM

menu

Brasil & Mundo

02/06/2006


INSS encerra greve e agências

Os servidores do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) encerraram a greve ontem e retomam o atendimento normal nesta sexta-feira. A paralisação durou três dias e, segundo a CNTSS (Confederação Nacional dos Trabalhadores em Seguridade Social), teve a adesão de 65% dos funcionários em 19 Estados, além de Brasília.

A greve, segundo os servidores, foi uma forma de pressionar o governo a garantir o plano de cargos e carreira e uma melhora nas condições de trabalho.

O INSS não divulgou o número de agências que permaneceram fechadas no país. No Estado de São Paulo, o instituto informou que a paralisação atingiu 40% dos postos.

O ministro da Previdência, Nelson Machado, declarou que a paralisação dos servidores rompeu um acordo firmado em setembro do ano passado e que as reuniões para definir o plano de carreira estão acontecendo e devem finalizar o trabalho até o dia 30.

Para Pedro Totti, do CNTSS, a greve não rompe o acordo e definiu a manifestação como positiva. “Vamos fazer uma reunião de avaliação, mas esperamos que o plano de carreira ganhe ritmo mais acelerado para ser finalizado no prazo”, disse.

O Ministério da Previdência informou que a reunião do grupo que discute o plano de carreira ocorrerá na próxima segunda-feira, como nas últimas semanas.

Os servidores informaram ainda que o plano de carreira dos servidores da saúde deve ser definido por meio de medida provisória pelo governo até o final da próxima semana. De acordo com o Ministério do Planejamento, cinco MPs devem ser editadas na próxima semana definindo reajustes e planos de carreiras para diversas carreiras do serviço federal.

Notícias relacionadas