Indústria Fofex, especializada em derivados do papel, é inaugurada em CG - WSCOM

menu

Economia & Negócios

12/06/2006


Indústria Fofex, especializada em deriva

O governador Cássio Cunha Lima e autoridades estaduais inauguraram nesta segunda-feira a filial da indústria Fofex na Paraíba. A empresa, que tem sua matriz em Salvador-BA, é especializada na produção de papel higiênico, papel toalha e guardanapos. O diretor da indústria, Cristiano Saldanha, explicou que uma questão de incentivo fiscal fez com que ele preferisse a Paraíba, e não Pernambuco, para instalar a fábrica.

A indústria está instalada no bairro de Bodocongó, e registrou a geração de 80 empregos. Segundo Cristiano, foram investidos quase R$ 1,5 milhão. Quando for concluída a sua segunda etapa, em 2007, os investimentos alcançarão os R$ 4 milhões, gerando-se 150 empregos. “De início, teremos uma produção considerável, com 1,2 milhão de fardos de papel por ano”, anunciou.

Na ocasião, o governador Cássio Cunha Lima ressaltou que “foi em nosso governo que reconquistamos a reabertura da Wallig Nordeste, a expansão da empresa Alpagartas, além de empresas como a Muriel e a 700 Graus. Também em breve, teremos o Call Center da Coteminas em Campina Grande”.

Ele destacou que isso tem sido possível por conta da “postura mais agressiva” da Paraíba na disputa com outros Estados em prol da conquista de novos empreendimentos no Estado. “Com certeza, a Paraíba está melhor e vai melhorar cada vez mais. Estamos vivendo, sem dúvida, um momento de expansão de empregos em nosso município e na Paraíba”, disse.

Cristiano Saldanha afirmou ainda que Campina Grande foi escolhida para sediar o novo empreendimento devido vários fatores positivos, como a disponibilidade de galpão (ocupará as instalações da antiga Park Calçados, no bairro de Bodocongo), posição geográfica do município e facilidade de distribuição da produção em toda a região Nordeste.

Durante o seu pronunciamento, o empresário também anunciou que brevemente a Paraíba ganhará a maior fábrica de papel higiênico do Nordeste. “Essa indústria funcionava na Bahia, mas como estamos assumindo o seu controle, será instalada na Paraíba”, assegurou, após ressaltar o “trabalho carismático” do governador para conquistar empreendimentos deste nível em favor da Paraíba.

Notícias relacionadas