Índios permanecem presos em Rio Tinto; juíza pede documentos e deve despachar so - WSCOM

menu

Policial

21/06/2006


Índios permanecem presos em Rio

O administrador da Fundação Nacional do Índio na Paraíba (Funai-PB), Petrônio Machado, informou ao Portal WSCOM Online que os índios presos por corte ilegal de madeira deverão permanecer encarcerados nesta quarta. A juíza da comarca de Rio Tinto exigiu documentos e deverá despachar a soltura deles nesta quinta.

Segundo Petrônio, ela solicitou documentos que comprovam que eles integram a tribo Potiguara. Marcos Francisco de Paiva, 30, Rogério Campos de Oliveira, 32, Pedro da Silva Santos, 20 e Antônio da Silva Santos, 45, acusados de cortar madeira para produzir carvão de uma reserva florestal.

Revoltados com a prisão de seus componentes, a tribo manteve um grupo de pessoas reféns durante toda a terça-feira. O grupo só foi libertado à noite, quando a juíza concordou em solta-los mediante apresentação dos documentos citados.

Notícias relacionadas