Incidente com trem de pouso retém avião da Varig em Brasília - WSCOM

menu

Brasil & Mundo

16/06/2006


Incidente com trem de pouso

Um avião Boeing MD-11 da Varig teve um problema no trem de pouso na manhã desta sexta-feira enquanto descia no aeroporto internacional de Brasília Juscelino Kubitschek. Nenhum passageiro ficou ferido.

De acordo com a Varig, o suporte de fixação das rodas do trem de pouso central da aeronave quebrou. “O problema não foi sequer percebido pelos 108 passageiros a bordo, já que o pouso transcorreu normalmente”, informou a empresa em comunicado.

O vôo 2004 saiu às 8h40 do Rio de Janeiro e pousou em Brasília às 10h20. O avião seguiria para Manaus, mas ficou retido na capital federal. Os 45 passageiros que tinham Manaus como destino foram embarcados em outras companhias aéreas, segundo a Varig.

“Equipes da VEM, responsável pela manutenção, e da própria Varig já estão acompanhando de perto o reparo e investigando as causas”, informou a companhia aérea.

A Varig acrescentou que o trem de pouso que apresentou o problema só seria removido para manutenção programada em 1.159 dias, conforme plano de manutenção aprovado pelas autoridades aeronáuticas.

A empresa aérea enfrenta grave crise financeira e vem cancelando diversos vôos desde o final de semana. A companhia vem atribuindo os cancelamentos ao atraso na liberação de aeronaves em manutenção e às más condições climáticas. Nesta sexta-feira, a Varig comunicou que não dará mais informações sobre a quantidade de vôos cancelados.

A companhia aérea aguarda uma decisão da Justiça sobre uma proposta de compra pelo consórcio NV Participações, que representa os Trabalhadores do Grupo Varig (TGV), feita na semana passada.

Se o aval for dado, a NV Participações terá de fazer um depósito inicial de 75 milhões de dólares. A Varig conta com esses recursos para evitar o arresto de parte importante de sua frota devido ao atraso no pagamento de leasings, em ação que tramita na Corte de Falências de Nova York.

Notícias relacionadas