Governo festeja números do Correio/Consult; Inaldo diz que pesquisa interna dá 6 - WSCOM

menu

Política

13/06/2006


Governo festeja números do Correio/Consu

Algumas vozes do Governo do Estado, como o líder do governo na

Assembléia Legislativa, deputado Artur Cunha Lima (PSDB) e Luciano

Pires festejaram os números apresentados pelo Correio/Consult, dando

apenas 7 pontos de vantagem ao senador José Maranhão em relação ao

governador Cássio Cunha Lima. Já o deputado federal Inaldo Leitão (PL)

foi mais longe: ‘temos pesquisa interna que aponta 5% a 6% de

vantagem para Cássio’, alega.

“É uma queda brutal do candidato José Maranhão em relação à última

pesquisa”, lembrou Luciano Pires, “são quase 50% de queda”, disse, se

referindo a diferença registrada na pesquisa de abril, cerca de 12%.

Pires ainda salientou que a pesquisa foi feita em período anterior a

realizada pelo Instituto Brasmarket, a pesquisa divulgada pelo Jornal O

Norte e que foi tão combatida pelo senador.

“Ela constata a consolidação. Eu aceito esses números como uma

realidade que demonstram o que diz as ruas, é um indicativo do

reconhecimento do trabalho que vem sendo desenvolvido pelo

governador”, acredita.

Artur Cunha Lima entende que a pesquisa vem demonstrando um

crescimento contínuo do governador Cássio Cunha Lima, que no início

estava com 22% (em dezembro).

Ele aposta que o senador José Maranhão não vai conseguir segurar a

vantagem depois da convenção do PSDB, e este crescimento nas

pesquisas é apenas o reflexo do que o Governo tem feito. Além das

adesões dos prefeitos e as obras do Governo.

“Não podia ser diferente. Vocês vão ver que a diferença não é essa”,

provoca Cunha Lima para ser confirmado por outro deputado, agora em

âmbito federal, o deputado Inaldo Leitão (PL).

Inaldo revelou ao WSCOM Online que existem pesquisas

internas que dão uma margem muito mais elástica, mas para o

governador, ao invés do senador.

“Eu já esperava o crescimento de Cássio e de Cícero e a queda dos

candidatos do PMDB”, afirma, revelando que existem pesquisas internas

do PSDB que colocam o governador cerca de 5% a 6% a frente do

senador.

Entretanto, Inaldo acredita que a pesquisa serve para mostrar o

crescimento de Cássio e nisso ela é verdadeira. “Existe um crescimento

inclusive em João Pessoa”, explica.

Sobre a pesquisa da Brasmarket, rejeitada pelo senador, o deputado

federal salientou que os números apresentados pelo Correio estão bem

próximos dos divulgados pelo O Norte.

“São declarações de um desesperado”, disse se referindo as declarações

do senador que o Instituto Brasmarket não tinha idoneidade para fazer a

pesquisa e acusando a Brasmarket de vender números favoráveis aos

candidatos que estivessem dispostos a comprá-los. “Vamos ver o que

ele vai dizer dos números de hoje”, provoca.

Notícias relacionadas