Francês Cisse é cortado da Copa com perna quebrada - WSCOM

menu

Mais Esporte

08/06/2006


Francês Cisse é cortado da

O atacante francês Djibril Cisse está fora da Copa do Mundo após quebrar a perna direita no amistoso em que a seleção de seu país venceu a China por 3 x 1, nesta quarta-feira. O anúncio foi feito instantes depois da partida pelo técnico da equipe, Raymond Domenech.

“Ele está passando por uma cirurgia. É um duro golpe para todos nós”, disse o treinador a jornalistas. Domenech não revelou, contudo, a gravidade da contusão do atleta.

Após conversar com o médico da equipe, Jean-Pierre Paclet, o treinador se mostrou visivelmente abalado e afirmou que “ao que parece, não são boas notícias” e que, “apesar de esperarmos por boas notícias, elas não são boas”. Domenech acrescentou que “agora temos Djib no hospital e não posso estar feliz [pela vitória]. Meu primeiro problema e de todos é saber onde ele está e reconfortá-lo”.

O atacante se contundiu após entrada do jogador chinês Zheng Zhi aos 10min da última partida da França antes do embarque para a Alemanha, nesta quinta-feira.

No momento da contusão, Cisse disputava a bola com Zheng Zhi na ponta-direita, quando foi derrubado pelo adversário. Na queda, o atacante torceu a perna, e foi possível ver os ossos acima do tornozelo quebrando-se bruscamente, fazendo uma espécie de ricochete na perna.

Zhi disse que não teve a menor intenção de machucar o francês “Eu estava tomando a frente e disputamos com o corpo, não esperava que Cisse se machucaria depois de cair”, disse. “Jogos de futebol são assim. Qualquer jogador profissional pode se machucar no campo”.

Chorando de dor e com expressão de grande tristeza e medo, Cisse deixou o campo numa maca e recebeu tratamento por vários minutos antes de ir a um hospital.

O jogador foi substituído pelo atacante da Juventus David Trezeguet. Ainda no primeiro tempo, o substituto de Cisse deixou sua marca nas redes chinesas.

Esperava-se que o atacante do Liverpool fosse titular na estréia da equipe no Mundial, contra a Suíça, em Stuttgart, na terça-feira.

O jogador vinha chamando a atenção de várias equipes – o Olympique de Marselha, por exemplo, tinha interesse em contratar Cisse – e tinha boas chances de se destacar no ataque da seleção no Mundial, ao lado de grandes jogadores como Henry e Trezeguet.

Em outubro de 2004, Cisse havia sofrido outra grave contusão. O jogador passou por uma cirurgia delicada, após sofrer uma fratura dupla na perna esquerda, em sua primeira temporada pelo Liverpool.

Notícias relacionadas