FMI elogia situação brasileira e pede mais abertura econômica - WSCOM

menu

Economia & Negócios

20/06/2006


FMI elogia situação brasileira e

A política econômica brasileira recebeu elogios de um dos principais órgãos financeiros mundiais, o Fundo Monetário Internacional (FMI). “Ao mesmo tempo, será importante avançar um ambicioso conjunto de reformas estruturais (…), encorajando maior abertura econômica”, afirmou nota divulgada hoje (19).

A análise anual do organismo é construída por diretores do órgão a partir de discussões com representantes brasileiros, coleta de dados e visitas ao país. Segundo o FMI, a boa performance do Brasil “atesta os benefícios do gerenciamento macroeconômico disciplinado”.

Os diretores ressaltaram, na nota, que o Brasil ficou menos vulnerável a fatores internacionais, já que “a dívida externa foi reduzida às menores taxas comparativas com as exportações em mais de 25 anos”.

O FMI ressalta também que as autoridades devem “continuar a observar oportunidades para liberalizar o comércio externo e as regras de mercado, o que irá encorajar a integração continuada da economia brasileira com a economia mundial”.

Nem sempre as sugestões do FMI levam à estabilidade econômica, conforme pretende a missão do órgão. Recentemente, o próprio FMI divulgou um estudo onde especialistas avaliam que manipulações de dados foram feitas para esconder erros de interpretação do organismo, acentuando assim o colapso econômico da Argentina ocorrido em 2001.

Notícias relacionadas