Felipão conhecerá adversário da 2ª fase; Argentina e Holanda disputam a lideranç - WSCOM

menu

Internacional

21/06/2006


Felipão conhecerá adversário da 2ª

Portugal encara o México, onde o empata serve para ambos, mas igualdade no placar deixa Lusos em primeiro no grupo D e classifica a seleção azteca nas oitavas-de-final. Angola pega o Irã ainda sonhando com classificação. Eliminadas, as seleções de Costa do Marfim e Sérvia e Montenegro fazem duelo das despedidas.

Argentina e Holanda duelam pela liderança do grupo C, os ‘hermanos’ jogam pelo empate por levar vantagem nos critérios de desempate.

Portugal e México se satisfazem com um simples empate na última partida do grupo D, nesta quarta-feira, às 11h, em Gelsenkirchen.

Portugal lidera o grupo com seis pontos e já está garantido nas oitavas-de-final. Um ponto a mais ajuda a consolidar o primeiro lugar. Já o México tem quatro pontos e, com mais um, assegura a vaga na próxima fase.

Com os dois primeiros do grupo enfrentando Argentina ou Holanda, que também jogam na quarta-feira, não há muita vantagem em ser ou não líder do grupo. A goleada da Argentina por 6 x 0 sobre Sérvia e Montenegro faz da equipe sul-americana um adversário mais temido do que os holandeses.

Portugal quer evitar a derrota para perpetuar seu bom momento e arriscar suas chances com a Holanda, equipe que venceu por 2 x 1 nas semifinais na Eurocopa 2004.

Os portugueses passam para a segunda fase pela primeira vez desde 1966, quando perderam na semifinal para a campeã daquele ano, a Inglaterra. “Não chegávamos entre os 16 primeiros em 40 anos. Estamos no caminho certo”, disse Deco, jogador decisivo na vitória por 2 x 0 sobre o Irã, que garantiu a vaga nas oitavas-de-final.

Deco, o meia Costinha e o atacante Pauleta já têm um cartão amarelo. Com mais um, sofrem suspensão automática e ficam fora das oitavas.

Apesar do empate em 0 x 0 com Angola, o técnico Ricardo La Volpe disse não estar preocupado. “Estaria preocupado se visse minha equipe jogando mal”, disse ele. O México estreou contra o Irã, vencendo por 3 x 1.O atacante Borgetti segue sem condições de jogo por contusão.

Angola x Irã

Angola e Irão jogam, às 11h, em Leipzig. O técnico agolano Luis Oliveira Gonçalves começou os dois primeiros jogos usando a formação 4-5-1, com o capitão Akwá como único atacante, mas com a necessidade de gols, ele pode escalar Mantorras, do Benfica, no ataque ao lado de Akwá.

“A Angola precisa marcar gols então temos que jogar com uma formação mais ofensiva”, disse o assistente técnico Álvaro de Almeida Mabi. “Vamos jogar também contra um forte adversário que não quer deixar o torneio com três derrotas”.

Jogando sua primeira Copa do Mundo, os angolanos mostraram que há mais do seu país que guerra e brigas e surpreenderam a todos, inclusive a eles mesmo, ao manter as chances de classificação empatando em 0 x 0 com o México.

“Temos certeza que o jogo do México deu uma melhor imagem de nosso país e estamos fazendo um esforço também pela África”, disse o goleiro João Ricardo, cuja acrobática performance contra o México lhe rendeu o título de melhor da partida.

A eliminação do Irã acabou com a possível visita à Alemanha do presidente iraniano Mahmoud Ahmadinejad, que está sob pressão por causa de um impasse nuclear e amplamente criticado por negar o Holocausto.

O partido de extrema direita NPD, da Alemanha, mostrou apoio ao líder iraniano e rotulou aqueles que condenam sua negação ao Holocausto e ataques verbais a Israel como “escravos da política correta”.

Cerca de 200 integrantes do NPD marcharam em apoio do Irã por Gelsenkirchen no segundo dia da Copa do Mundo. Um porta-voz do NPD em Berlim disse na segunda-feira que o partido não estava planejando coisa do tipo em Leipzig.

Costa do Marfim x Sérvia e Montenegro

Costa do Marfim e Sérvia e Montenegro fazem duelo das despedidas, nesta quarta-feira, às 16h, em Munique, pela terceira e última rodada da primeira fase da Copa do Mundo.

Eliminadas do Mundial depois de duas derrotas nos dois primeiros jogos, as seleções não apenas darão adeus ao torneio, mas também ficarão sem os respectivos técnicos e alguns atletas após encerrarem a participação no Mundial.

Pelo lado sérvio, o técnico Ilija Petkovic, bem como o atacante Savo Milosevic, o defensor Mladen Krstajic e o meio-campista Predrag Djordjevic não mais atuarão pelo time europeu.

O confronto também significa a última das duas nações como uma mesma seleção no plano esportivo, já que Sérvia e Montenegro foram separadas como dois países distintos, em plebiscito realizado no final de maio.

Já a Costa do Marfim faz sua última participação sob o comando do técnico Henri Michel, que anunciou a saída da equipe, depois de afirmar que não havia sido procurado pela federação africana para renovar seu vínculo com a seleção.

Argentina x Holanda

Argentina e Holanda se enfrentam, nesta quarta-feira, às 16h, em Frankfurt, em partida que vale a liderança do grupo C, na última rodada da primeira fase do Mundial.

Com duas vitórias na duas primeiras rodadas, argentinos e holandeses somam seis pontos cada. No entanto, a seleção sul-americana leva vantagem no saldo de gols (sete contra dois do time europeu) e, por isso, joga pela igualdade.

Além da vantagem no primeiro critério de desempate, os portenhos vão se valer do poder ofensivo. Até agora, o time alviceleste tem o ataque mais positivo do Mundial, com oito gols marcados e apenas um sofrido.

Para o confronto contra a Laranja Mecânica, o técnico José Pekerman vai poupar alguns titulares para não correr riscos nas oitavas-de-final, já que alguns atletas estão pendurados com cartão amarelo.

Mesmo sem confirmar as alterações, a tendência é que o treinador poupe a dupla de ataque Crespo-Saviola, ambos advertidos nos dois primeiros jogos. Carlitos Tevez e Julio Cruz formariam o setor ofensivo.

Outro pendurado é o zagueiro Gabriel Heinze, que deve ceder a vaga para o xará Gabriel Milito. Outro desfalque é o do meia Lucho González, que sofreu lesão na coxa e será substituído por Cambiasso.

Do lado holandês a situação é bem mais complicada. O técnico Marco van Basten mudará praticamente todo o sistema defensivo. A única manutenção deve ser o zagueiro Ooijer, que atua no miolo de área. Kromkamp deve ocupar a lateral direita no lugar de Heitinga, Kew Jaliens deve entrar na vaga Mathijsen, para atuar à frente dos zagueiros, e Tim de Cler fica na posição de Van Bronckhorst.

O meio-campo deve sofrer apenas um modificação: Denny Landzaat entra no lugar de Mark van Bommel. Na frente, Robben será poupado para a entrada de Dirk Kuyt, que formará o trio ofensivo com Van Persie e Van Nistelrooy.

Notícias relacionadas