EUA prometem investigar acusação de novo massacre - WSCOM

menu

Internacional

02/06/2006


EUA prometem investigar acusação de

Autoridades americanas afirmaram que vão investigar a acusação de que soldados americanos teriam matado 11 civis iraquianos em março e tentado encobrir o fato.

A BBC teve acesso a um vídeo mostrando que soldados americanos podem ter sido responsáveis pela morte desses civis em uma operação em março na cidade de Ishaqi, a 100 km de Bagdá.

O vídeo aparentemente contradiz a versão do comando militar dos Estados Unidos sobre o incidente. Os americanos disseram na época que quatro pessoas morreram durante a operação militar, mas a polícia iraquiana afirma que os soldados atiraram deliberadamente em 11 pessoas.

A nova investigação vem à tona em meio às alegações de que os americanos teriam realizado um massacre na cidade de Haditha, em novembro do ano passado, onde há suspeitas de que os soldados americanos tenham matado até 24 civis iraquianos em novembro do ano passado.

‘Massacre’

Sobre o incidente em março, as autoridades americanas dizem que receberam uma denúncia de que um integrante da Al-Qaeda estaria visitando uma casa na cidade – tropas foram então enviadas ao local para verificar essa denúncia.

Ainda segundo a versão americana, eles cercaram o local e enfrentaram resistência. No confronto, o prédio atacado acabou desabando, matando quatro pessoas – um suspeito, duas mulheres e uma criança.

Mas o relatório da polícia iraquiana que investigou o incidente acusa as tropas dos Estados Unidos de terem deliberadamente matado, na verdade, 11 pessoas que estavam na casa, incluindo cinco crianças e quatro mulheres, antes de explodir o prédio.

O vídeo obtido pela BBC mostra vários corpos de adultos e crianças no local com marcas de tiros, segundo o editor de notícias internacionais da BBC John Simpson, que analisou as imagens.

O vídeo foi enviado para a BBC por um grupo sunita radical que se opõe à presença das forças americanas.

O vídeo foi comparado com outras imagens realizadas sobre o mesmo incidente, mas que não mostravam os mortos. De acordo com os correspondentes da BBC, essa análise indica que vídeo é genuíno.

Se confirmado, o caso representa um novo revês para o Exército americano no Iraque, após as acusações do massacre em Haditha.

O caso de Haditha está sendo investigado em duas frentes – se de fato ocorreu um massacre e se houve uma tentativa de encobrir o que aconteceu.

Diferentes testemunhas e partes da investigação que foram vazadas para a imprensa dizem que os soldados americanos invadiram casas de civis iraquianos depois que uma bomba matou um soldado na cidade. Segundo essas fontes, os soldados teriam matado a sangue-frio várias pessoas dentro de suas casas sem nenhuma reação.

Nesta semana, o Pentágano prometeu investigar o que ocorreu e apresentar todas as suas conclusões ao público.

Notícias relacionadas