WSCOM Online

Login no site Esqueci minha senha O que é Vozmice?
Busca no site

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit. Aliquam dapibus leo quis nisl. In lectus. Vivamus consectetuer pede in nisl. Mauris cursus pretium mauris. Suspendisse condimentum mi ac tellus. Pellentesque habitant morbi tristique senectus et netus et malesuada fames ac turpis egestas. Donec sed enim. Ut vel ipsum. Cras consequat velit et justo. Donec mollis, mi at tincidunt vehicula, nisl mi luctus risus, quis scelerisque arcu nibh ac nisi. Sed risus. Curabitur urna. Aliquam vitae nisl. Quisque imperdiet semper justo. Pellentesque nonummy pretium tellus.

Menu de navegação

/ Notícias / Economia

10/25/09 - 11:04 PM - Atualizado em 3/15/10 - 3:06 PM


PM do Rio prende suspeito de comandar invasão do morro dos Macacos


Policiais militares prenderam na tarde deste domingo um dos principais suspeitos de ter comandado a invasão do morro dos Macacos, na zona norte do Rio, no último dia 17. De acordo com a PM, o rapaz identificado apenas como Binho da Matriz foi preso na região do morro da Matriz, também na zona norte, por suspeita de ter conduzido os traficantes do morro São João até a favela rival. Os confrontos na zona norte do Rio começaram na semana passada e já causaram pelo menos 42 mortes. Em disputa pelos pontos de venda de drogas, traficantes do morro São João --controlado pelo Comando Vermelho-- e aliados invadiram o morro dos Macacos, controlado pela ADA (Amigos dos Amigos). Segundo a PM, Binho da Matriz foi reconhecido por policiais militares como um dos chefes do tráfico no morro, e também teria sido apontado pelo setor de investigações da Polícia Civil como um dos envolvidos nos ataques criminosos. Ele também foi apontado como integrante do Comando Vermelho, facção criminosa que tenta assumir o controle da venda de drogas no morro dos Macacos. A PM, porém, informou que ele não possui passagens pela polícia, mas que transportava munições de armas de fogo ao ser detido. O suspeito foi encaminhado a 23ªDP (Méier) e depois levado para uma carceragem da Polinter, no Rio. A polícia não informou se ele já possui advogado, nem sua idade e identidade. Conflitos Os confrontos na zona norte do Rio começaram na madrugada de sábado passado e já causaram 42 mortes. Ontem, um morador atingido por uma bala perdida durante um tiroteio ocorrido na sexta-feira (23) morreu no hospital. Neste sábado (24), dez detentos apontados como líderes do tráfico do Rio foram transferidos para a penitenciária federal de segurança máxima de Campo Grande (MS), onde deverão permanecer isolados dos demais presos por 20 dias. O pedido de transferência foi feito à Justiça pela Secretária Estadual de Segurança Pública em resposta aos confrontos entre traficantes e policiais militares. Entre os detentos transferidos do Rio para o Mato Grosso do Sul há oito integrantes do Comando Vermelho, um da facção criminosa ADA (Amigos dos Amigos), e um do TCP (Terceiro Comando Puro). Eles foram deslocados em um avião da Polícia Federal. Neste domingo, porém, a situação na capital e na zona norte da cidade era considerada tranquila, segundo a Polícia Militar.

Policiais militares prenderam na tarde deste domingo um dos principais suspeitos de ter comandado a invasão do morro dos Macacos, na zona norte do Rio, no último dia 17. De acordo com a PM, o rapaz identificado apenas como Binho da Matriz foi preso na região do morro da Matriz, também na zona norte, por suspeita de ter conduzido os traficantes do morro São João até a favela rival.

Os confrontos na zona norte do Rio começaram na semana passada e já causaram pelo menos 42 mortes. Em disputa pelos pontos de venda de drogas, traficantes do morro São João --controlado pelo Comando Vermelho-- e aliados invadiram o morro dos Macacos, controlado pela ADA (Amigos dos Amigos).

Segundo a PM, Binho da Matriz foi reconhecido por policiais militares como um dos chefes do tráfico no morro, e também teria sido apontado pelo setor de investigações da Polícia Civil como um dos envolvidos nos ataques criminosos.

Ele também foi apontado como integrante do Comando Vermelho, facção criminosa que tenta assumir o controle da venda de drogas no morro dos Macacos. A PM, porém, informou que ele não possui passagens pela polícia, mas que transportava munições de armas de fogo ao ser detido.

O suspeito foi encaminhado a 23ªDP (Méier) e depois levado para uma carceragem da Polinter, no Rio. A polícia não informou se ele já possui advogado, nem sua idade e identidade.

Conflito - Os confrontos na zona norte do Rio começaram na madrugada de sábado passado e já causaram 42 mortes. Ontem, um morador atingido por uma bala perdida durante um tiroteio ocorrido na sexta-feira (23) morreu no hospital.

Neste sábado (24), dez detentos apontados como líderes do tráfico do Rio foram transferidos para a penitenciária federal de segurança máxima de Campo Grande (MS), onde deverão permanecer isolados dos demais presos por 20 dias.

O pedido de transferência foi feito à Justiça pela Secretária Estadual de Segurança Pública em resposta aos confrontos entre traficantes e policiais militares.

Entre os detentos transferidos do Rio para o Mato Grosso do Sul há oito integrantes do Comando Vermelho, um da facção criminosa ADA (Amigos dos Amigos), e um do TCP (Terceiro Comando Puro). Eles foram deslocados em um avião da Polícia Federal.

Neste domingo, porém, a situação na capital e na zona norte da

UOL







Revista Nordeste

Veja nesta edição: O voto que decidirá as eleições.


Veja no Portal NORDESTE:

Busca no site


© Todos os direitos reservados - Grupo WSCOM de Comunicação - www.wscom.com.br

Produzido por Construir Sites