Contra-ataque à Prefeitura: ‘vamos manter as gratificações para todos os servido - WSCOM

menu

Política

25/06/2006


Contra-ataque à Prefeitura: ‘vamos mante

O vereador Tavinho Santos (PTB), líder da oposição na Câmara Municipal, disse ao Portal WSCOM Online que as gratificações, quinquénios e paridade serão mantidos para todos os servidores municipais.

A declaração de Santos dá uma pista do que aguarda a bancada da situação e o prefeito Ricardo Coutinho sobre o tema Medida Provisória (MP) do reajuste dos servidores.

A oposição deverá, mais uma vez, fazer emendas alterando a mensagem inicial encaminhada pela Prefeitura, repetindo a ação que acabou sendo vetada por Coutinho e cujo o veto foi aprovado pela Câmara na quarta. Todavia a contra gosto da oposição, que apesar de ter maioria em plenário, não conseguiu derrubar o veto.

No dia da votação, quarta-feira, 21, alguns vereadores da oposição, dentre eles o vereador Hervázio Bezerra (PSDB), normalmente comedido em suas falas, já haviam adiantado que estava sendo preparada uma surpresa para a Prefeitura de João Pessoa.

Bezerra foi um dos que foi a plenário, durante a votação do veto à MP do reajuste, e fez um retrospecto da peleja entre Legislativo e Executivo municipal.

“A Prefeitura disse que nós alteramos a redação da MP após o que foi decidido em plenário”, disse inconformado. “Se nós aprovarmos o veto estaremos admitindo que fizemos isso”, defendeu.

Para Bezerra, a bancada de situação estava envergonhada na quarta, porque não conseguia rebater os argumentos da oposição, já que, segundo o vereador, ela sabia que não tinha havido manipulação no texto e que não era justo que alguns servidores recebessem as gratificações enquanto outros não.

Em se confirmando a disposição dos vereadores da oposição, é possível que mais uma vez a Prefeitura viva um recesso do Legislativo tumultuado, a exemplo do que aconteceu no final de 2005 e início do ano de 2006, quando foram aprovadas as modificações na Zona Azul.

O recesso começa dia 30 e a votação deve acontecer na quarta, 28.

Notícias relacionadas