Comerciante é preso no sertão acusado de lesar aposentados. - WSCOM

menu

Policial

22/06/2006


Comerciante é preso no sertão

Um comerciante foi preso ontem em Água Branca acusado de aplicar golpes em aposentados e pensionistas. Luciano Pereira de Medeiros, de 26 anos, é suspeito de ter lesado os beneficiários do INSS aproveitando-se daqueles com pouca instrução. Ele se apresentava como despachante e se oferecia para ajudar a sacar os proventos ou resolver pendências junto à Previdência, mas exigia ficar com o cartão que permite o saque dos vencimentos.

A prisão do acusado de estelionato se deu em uma operação integrada entre as Polícias Militar e Civil e o Ministério Público na cidade de Água Branca. Suspeita-se que Luciano tivesse o suporte de outras pessoas para possibilitar o sucesso do golpe. A Polícia está investigando se outros comparsas ajudavam o comerciante a aliciar as vítimas e outros que forneciam informações sobre empréstimos consignados que ele contraía com a documentação dos aposentados.

Muitas vítimas só tomavam conhecimento do golpe quando iam ao banco sacar os benefícios. Os empréstimos eram feitos pelo próprio Luciano, geralmente em uma agência do Bradesco da cidade de Afogado das Ingazeiras, em Pernambuco.

Com Luciano foram apreendidos um revólver calibre 38, carregado com 5 cartuchos, 233 notas promissórias assinadas, algumas em branco, 29 cartões de contas bancárias pertencentes a pessoas diversas, 38 canhotos de cheques, 22 folhas de cheques em branco, 24 folhas de cheques assinados, alguns com o valor em aberto, 5 carteiras de identidade, 4 CPFs, além de uma agenda, caderno de anotações, um aparelho de celular e 3 microcomputadores.

Notícias relacionadas