Candidatura de Couto ao Senado é rejeitada; Cartaxo é confirmado como vice de Ma - WSCOM

menu

Política

30/06/2006


Candidatura de Couto ao Senado

Os diretorianos do Partido dos Trabalhadores, reunidos desde a manhã desta sexta-feira, 30, aprovaram, por 36 votos a 7 (e uma abstenção), a indicação do vereador Luciano Cartaxo como o vice do candidato ao Governo do Estado, José Maranhão.

Também ficou decidido que o deputado federal Luiz Couto será candidato à reeleição, mas como candidato único do partido.

Foram 29 votos a favor, 10 contra e 3 abstenções para a indicação de Couto para federal. Couto havia ameaçado lançar candidatura ao senado e durante todo o encontro, várias reuniões foram feitas para garantir ao deputado o lançamento de uma candidatura única dentro do partido.

Foi assim que deputado, estrategicamente, voltou atrás. “Eu manteria uma candidatura ao senado se visse que há consenso no partido pelo meu nome”, alegou o deputado durante a reunião, sobre gritos no plenário de: ‘há consenso’, ‘amarelou’, entre outros.

Durante o encontro uma ala do partido ainda apostava numa radicalização pela indicação do vereador Luciano Cartaxo para a chapa do senador José Maranhão.

“Não há resistência ao nome de Luciano, mas ao veto que foi dado aos dois nomes que o PT indicou no seu encontro estadual”, disse Júlio Rafael, o vice presidente do partido, atribuindo o veto ao PMDB e ao PSB.

O senador José Maranhão disse que não houve veto aos nomes de Frei Anastácio e Luiz Couto. Garantindo que se houve veto aos deputados, foi apenas em pensamento e não verbalizado.

Convenção – Ainda hoje, o PT fará a convenção do partido, no auditório do Sebrae, onde definirá a lista de candidatos a deputados federais e estaduais, além de reafirmar a postura que adotará na campanha em curso, após fechar a aliança em torno da candidatura maranhista, pelo PMDB.

Notícias relacionadas