WSCOM Online

Login no site Esqueci minha senha O que é Vozmice?
Busca no site

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit. Aliquam dapibus leo quis nisl. In lectus. Vivamus consectetuer pede in nisl. Mauris cursus pretium mauris. Suspendisse condimentum mi ac tellus. Pellentesque habitant morbi tristique senectus et netus et malesuada fames ac turpis egestas. Donec sed enim. Ut vel ipsum. Cras consequat velit et justo. Donec mollis, mi at tincidunt vehicula, nisl mi luctus risus, quis scelerisque arcu nibh ac nisi. Sed risus. Curabitur urna. Aliquam vitae nisl. Quisque imperdiet semper justo. Pellentesque nonummy pretium tellus.

Menu de navegação

/ Notícias / Brasil

6/27/13 - 9:21 AM


Barbosa diz que manifestações podem interferir no mensalão, mas descarta riscos à democracia após onda de protestos


Presidente do Supremo confirma julgamento dos recursos dos condenados para o mês de agosto

 O presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministro Joaquim Barbosa, declarou, na última terça-feira (25), que as várias manifestações que estão ocorrendo nas grandes cidades brasileiras podem respingar no julgamento do mensalão, mas afastou qualquer risco para a democracia brasileira. Segundo ele, se os protestos continuarem, pode haver alguma reivindicação por uma rápida conclusão do processo.

— Acredito que [as manifestações] vão interferir no sentido de buscar que se dê uma resposta rápida. Eu já deixei claro que esses embargos [do mensalão] vão ser julgados em agosto.

O mensalão está na fase dos recursos. Os advogados de defesa dos condenados apresentaram os embargos declaratórios, pedindo esclarecimentos sobre os votos dos ministros durante o julgamento.

Barbosa, que é relator do processo, vai apresentar seu voto, se aceita ou não os recursos, em agosto e depois o plenário decide se acompanha ou não o entendimento dele.

Democracia

Perguntado se a democracia está ameaçada com as manifestações e a onda de violência estimulada por uma parte da população que aproveita os protestos para cometer atos de vandalismo, o presidente do Supremo afirmou que o Brasil tem maturidade para passar por essa crise.

Segundo Joaquim Barbosa, a crise é grave, mas a democracia do País é sólida.

— Não acredito em nada que venha a colocar em risco a nossa democracia. Evidentemente que as respostas à crise devem ser as mais corretas.

Para Barbosa, as manifestações demonstram uma clara “crise de legitimidade”, uma vez que as pessoas não se sentem representadas pelos seus governantes e querem ser ouvidos.

— As pessoas que pensam em soluções que beneficiem a grande maioria não devem se desviar e perder tempo com discussões que só levam à dispersão.


R7







Revista Nordeste

Veja nesta edição: Os novos desafios do Brasil em 2015.


Veja no Portal NORDESTE:

Busca no site


© Todos os direitos reservados - Grupo WSCOM de Comunicação - www.wscom.com.br

Produzido por Construir Sites