Assassinato de Celso Daniel teve motivação política, diz relatório - WSCOM

menu

Brasil & Mundo

08/06/2006


Assassinato de Celso Daniel teve

O relatório final da CPI dos Bingos aponta que a morte de Celso Daniel é decorrente de crime político. Segundo o texto, o assassinato em 2002 do então prefeito de Santo André é decorrente de ligações de Celso Daniel com esquemas de arrecadação de propinas para caixa 2 do partido.

“A convicção hoje é a de que seu homicídio decorreu de ligações com esquemas de arrecadação de propinas de empresas prestadoras de serviços públicos para abastecimento do caixa do PT, inicialmente e com a anuência do prefeito, e que teriam sido desviadas para um caixa 3, em benefícios dos agentes corruptos, quando então Celso Daniel tentou se opor”, diz o texto.

O relator pede ainda o indiciamento de Sérgio Gomes da Silva, o Sombra, por homicídio, improbidade administrativa, concussão, formação de quadrilha e crime contra o sistema tributário. O empresário Sérgio Gomes da Silva estava na companhia de Celso Daniel no dia do suposto seqüestro.

O relator aponta ainda que Sombra esteve na casa de João Arcanjo Ribeiro, conhecido como Comendador, para tratar do seqüestro. O senador ressaltou que o Ministério Público de São Paulo está conseguindo provar a ligação entre o esquema de corrupção praticado no município e Arcanjo.

Ronan Maria Pinto, empresário do setor do lixo, já indiciado na investigação sobre o esquema de corrupção em Santo André, e o ex-secretário de Serviços Municipais da cidade Klinger de Oliveira Souza também estão entre os indiciados. Ronan seria indiciado por improbidade administrativa, formação de quadrilha, concussão e crime contra a ordem tributária, e Klinger, por concussão e formação de quadrilha. Ronan e Klinger trabalhavam sob o comando de Celso Daniel, e, segundo o relatório, eram arrecadadores do esquema de propina.

O chefe de gabinete do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Gilberto Carvalho, e o ex-ministro José Dirceu são apenas citados no relatório no capítulo reservado ao caso Santo André.

Garibaldi justifica-se dizendo que apenas tem provas testemunhais contra ambos, baseado nas declarações dos irmãos do prefeito assassinado de Santo André Celso Daniel. “É a palavra dos irmãos contra a de Carvalho”, argumenta.

Na opinião do relator, há ligação entre os esquemas de corrupção praticados em Santo André e os jogos de azar. Garibaldi acusou ainda vários bicheiros de serem donos de casas de bingo para lavar dinheiro ilegal. Há associações até com grupos espanhóis para isso. Em estados como Rio de Janeiro, São Paulo, Rio Grande do Sul, Bahia e Goiás, além do Distrito Federal, a atividade irregular dos bingos é mantida, geralmente gerenciados por “testas-de ferro” ou “laranjas”.

Notícias relacionadas