Anac aprova transferência de ações da VarigLog para Volo - WSCOM

menu

Economia & Negócios

24/06/2006


Anac aprova transferência de ações

A diretoria colegiada da Agência Nacional de Aviação Civil aprovou, na noite de sexta-feira, o pedido de autorização prévia para a transferência de ações da empresa Varig Logística para a Volo do Brasil, informou a Anac neste sábado.

“A decisão da diretoria ocorreu depois de exaustivos estudos da equipe técnica ligada as áreas da Procuradoria da Anac e da Superintendência de Serviços Aéreos (SSA)”, informou a Anac em comunicado.

A VarigLog, ex-subsidiária da Varig comprada pelo fundo de investimentos norte-americano Matlin Patterson em conjunto com investidores brasileiros, anunciou na quinta-feira que fez proposta para adquirir as operações da Varig se a iniciativa da NV Participações não progredisse.

Na sexta-feira, o juiz da 1a Vara Empresarial do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro Luiz Roberto Ayoub cancelou a venda da Varig para o consórcio NV Participações por falta de pagamento da primeira parcela.

O grupo, liderado pela TGV (Trabalhadores do Grupo Varig), não honrou o primeiro depósito do lance com o qual venceu o leilão do último dia 8. A NV ofereceu 449 milhões de dólares pela companhia aérea, que está em recuperação judicial, e deveria ter depositado 75 milhões de dólares na sexta.

Segundo Ayoub, o futuro da Varig deve ser decidido na próxima semana, junto ao Ministério Público e à administradora judicial da Varig, a consultoria Delloite.

Mas o juiz adiantou que dará novo parecer sobre o caso na segunda-feira, acrescentando que um novo leilão deverá ocorrer.

“O que pode acontecer é não ter uma nova assembléia se a proposta da VarigLog estiver de acordo com o que foi aprovado na assembléia anterior”, afirmou o juiz, referindo-se à proposta encaminhada na noite de quinta.

A VarigLog condicionou a compra da Varig à aprovação de sua aquisição pelo grupo Volo do Brasil.

A Anac informou ainda que, depois de 72 horas do plano de emergência da agência para atender os clientes da Varig no Brasil e no exterior, a partir deste sábado foi desativado o plantão da Anac em Brasília. Mas garantiu que os fiscais da Anac continuam acompanhando os vôos da Varig e os serviços aos passageiros da empresa nos aeroportos do país.

Notícias relacionadas