Alemanha abre a Copa contra a Costa Rica atrás de início ideal - WSCOM

menu

Mais Esporte

09/06/2006


Alemanha abre a Copa contra

Depois de todo o esforço para planejar e cumprir com a eficiência que lhe caracteriza todos os passos de organização, a Alemanha dá o pontapé inicial da Copa nesta sexta-feira, quando a seleção anfitriã entra em campo na partida inaugural contra a Costa Rica, em Munique, às 13h (horário de Brasília), com a missão de abrir o Mundial como todos no país esperam.

Milhões de espectadores e fãs do futebol estarão de olho no estádio Allianz-Arena, aguardando a estréia perfeita dos alemães, que, na teoria, têm nos costarriquenhos os adversários com potencial de coadjuvante ideal para a festa inicial da Copa.

Beneficiada pela decisão da Fifa de voltar a dar a seleção anfitriã o jogo de abertura, que tirou esse privilégio histórico dos campeões da edição anterior, a Alemanha precisa da vitória na estréia para traduzir a empolgação que cerca a Copa no país em autoconfiança para a seleção de Jürgen Klinsmann, que já deu mostras que precisa de impulsos emocionais para render.

A Alemanha começará a Copa deste ano da mesma forma que terminou o Mundial passado, sem sua principal estrela. Suspenso na decisão de 2002 contra o Brasil, o meia Michael Ballack desfalcará os anfitriões nesta sexta em razão de uma lesão.

Ballack sofreu um estiramento muscular na panturrilha em amistoso contra a Colômbia há uma semana e deve ter Tim Borowski como substituto na partida que abre as disputas no grupo A, que também terá nesta sexta o duelo Equador x Polônia.

Sem Ballack, a expectativa é que a responsabilidade de criação ofensiva da seleção alemã recaia sobre os ombros de Bastian Schweinsteiger, que faz sua estréia em Copas nesta sexta. Espera-se muito também do entrosamento da dupla de ataque Miroslav Klose e Lukas Podolski.

Coadjuvantes da partida inaugural, os costarriquenhos por sua vez esperam reviver “zebras” históricas em partidas inaugurais de Copas, como nas vitórias das africanas Camarões e Senegal contra Argentina (1990) e França (2002), respectivamente.

Assim como os anfitriões, a Costa Rica começa a Copa com baixas. O técnico Alexandre Guimarães não contará com três titulares para a partida em Munique: o goleiro José Porras, o volante Mauricio Solís e o lateral Gilberto Martínez.

Única zebra

Potência das Copas, a Alemanha apresenta em seu invejável currículo, que inclui três títulos e sete finais, apenas uma derrota em estréias de Mundiais.

Das 15 vezes que entrou em campo para estrear numa Copa, a seleção alemã foi derrotada apenas em 1982, pela Argélia (2 a 1), em Gijón (ESP). Curiosamente, apesar do começo desastroso, a Alemanha acabou chegando à decisão daquele Mundial, quando caiu diante da Itália.

A única vez que a Alemanha teve o privilégio de abrir a Copa foi em 1994, como então campeã mundial. Com muita dificuldade, os alemães derrotaram a Bolívia por 1 a 0 em Chicago, no jogo que abriu a competição nos Estados Unidos. O único gol foi da partida foi marcado por Klinsmann, hoje técnico da seleção.

Em 2002, os alemães conseguiram a melhor estréia de seu retrospecto em Copas, com a histórica goleada por 8 a 0 sobre a Arábia Saudita em Sapporo (JAP).

ALEMANHA x COSTA RICA

Data: 09/06/2006 (sexta-feira)

Local: estádio Allianz-Arena, em Munique (ALE)

Árbitro: Horacio Elizondo (ARG)

Auxiliares: Darío García e Rodolfo Otero (ARG)

Alemanha

Lehmann; Friedrich, Metzelder, Mertesacker, Lahm; Schneider, Frings, Schweinsteiger, Borowski; Klose e Podolski

Técnico: Jürgen Klinsmann

Costa Rica

Mesén; Drummond, Marín, Umaña, Gonzalez; Fonseca, Bolaños, Azofeifa, Centeno; Wanchope e Gómez

Técnico: Alexandre Guimarães

Notícias relacionadas