Acusados de sequestro relâmpago são presos com veículo da vítima - WSCOM

menu

Policial

02/06/2006


Acusados de sequestro relâmpago são

Uma ação sigilosa montada por policiais da Delegacia de Roubos de Veículos e Cargas terminou na prisão de André Quirino da Silva, de 23 anos e Marcos Antônio de Lima, de 21 anos acusados do sequestro relâmpago que foi vítima o contador da Cinep, Suenildo Maracajá.

Com a dupla os policiais civis Paulino, Romeu, Rui e Coquejo apreenderam a caminhonete Hilux, cinza, placas KGB-3794-PB, pertencente a Suenildo. O veículo estava escondido em uma casa na comunidade Cidade Verde, no Conjunto Mangabeira, que havia sido alugada por um homem identificado por Francisco, que conseguiu fugir.

O sequestro relâmpago de Suenildo Maracajá aconteceu no início da noite do último dia 30 quando ele chegava em sua casa no Jardim Luna, em João Pessoa. Suenildo foi abandonado no Conjunto Altiplano, próximo ao Autódromo Mário Andreazza.

De posse de informações os policiais civis passaram a investigar e souberam que a camioneta havia sido vista numa localizada próxima ao Conjunto Valentina Figueiredo. Os policiais também tomaram conhecimento que o veículo Hilux já estava para ser negociado para um comprador de Recife.

Os policiais civis montaram uma “campana”, mas como o comprador não apareceu na casa então os agentes de investigação resolveram prender a dupla no final da tarde desta quinta-feira. O delegado Canrobert Rodrigues, que comandou a operação, acredita que a dupla faça parte de uma quadrilha que roubar veículos em João Pessoa para serem vendidos em outros estados.

Notícias relacionadas