Esportes

CSP bate o Treze e é o único 100% no Paraibano

O Treze não vence o CSP há quatro jogos

CSP e Treze fizeram um jogo bastante movimentado na noite desta quarta-feira (11) no estádio Almeidão, em João Pessoa. A partida válida pela segunda rodada do Campeonato Paraibano de 2017 terminou com o placar de 1 a 0 para o Tigre Praiano.

Em sua quarta partida consecutiva do Treze sem conseguir vencer o CSP. O gol do jogo foi marcado pelo lateral Igor, ainda no primeiro tempo.

Mas quem teve o domínio do jogo durante praticamente os 90 minutos foi o Galo da Borborema. Com mais posse de bola e rondando a meta adversária quase o tempo todo, o time pagou caro pelos erros de finalização, principalmente no segundo tempo.

O CSP manteve a postura de deixar a bola com o Treze durante toda a partida, e sair no contra-ataque, principalmente depois que conseguiu obter a vantagem no placar.

Aos 22 minutos o Treze chegou com mais perigo pela primeira vez, com Dico, que avançou pela direita até a linha de fundo e cruzou para a área, onde Jefferson Araújo subiu mais que todo mundo e cabeceou, mas a bola foi a direita do gol, pela linha de fundo.

O CSP vinha quietinho, não tinha assustado ainda o arqueiro Bruno Fuso, mas aos 28 minutos Igor avançou livre pela direita, atravessou quase metade do campo, invadiu a área e mandou uma bomba de pé direito. A bola passou rente a trave esquerda e estufou a rede trezeana, abrindo o placar no Almeidão.

Ainda antes do intervalo o Galo tentou reagir, e aos 40 minutos Dico invadiu a área e bateu de pé esquerdo, cruzado, mas Wallace mandou para escanteio. Na cobrança, Marcelinho Paraíba mandou na área e Léo Kanu testou livre no meio da área. A bola passou tirando tinta do ângulo direito defendido pela meta do Tigre. Assim, o primeiro tempo acabou com o placar de 1 a 0 para o time pessoense.

Após o intervalo o Treze manteve o domínio do jogo, frente a um CSP que buscava administrar o resultado conseguido na primeira etapa.

O Galo da Borborema rondava a meta defendida adversária o tempo inteiro, mas não conseguia vencer o goleiro Wallace, que viria a ser um dos destaques do jogo com uma excelente atuação.

Na chance mais clara do Treze até o momento, aos 28 do segundo tempo, Júlio avançou pela esquerda e cruzou a bola, que passou por toda a pequena área e sobrou para Geraldo, na segunda trave, que tinha o gol aberto a sua frente, e só escorou de pé direto, mas Wallace se recuperou e operou um verdadeiro milagre, espalmando a bola. No rebote, Marcelinho Paraíba ainda mandou a bola no travessão.

Cinco minutos mais tarde, outra chance clara foi desperdiçada pelo ataque alvinegro. Dico invadiu a área pela direita e chutou cruzado. O arqueiro do Tigre espalmou para frente, e na sobra, Geraldo, mais uma vez com o gol aberto, mandou a bola no poste de cima.

O CSP tentou matar o jogo aos 35, quando Henrique avançou no contra ataque pela esquerda, invadiu a área, e de frente para o goleiro Bruno Fuso, tocou de lado para tentar encontrar Caaporã, que foi atrapalhado pela defesa e não acertou a bola.

No próximo domingo (15), o CSP, que agora soma duas vitórias em dois jogos no Paraibano, vai enfrentar o Serrano, no Amigão. Já o Treze, que obteve seu primeiro revés no torneio, recebe o Internacional-PB, no Presidente Vargas. As duas partidas, válidas pela terceira rodada, estão marcadas para às 16h.

Voz da Torcida


notícias relacionadas