Esportes

Corinthians mete seis no São Paulo e humilha rival no jogo da taça

Corinthians soma 80 pontos no topo da tabela, igualando o recorde do Cruzeiro do ano passado.

Era o que faltava para a festa alvinegra no Campeonato Brasileiro ficar completa: uma rodada depois de garantir matematicamente o título, golear um rival de forma antológica e com meio time reserva. O Corinthians não deu chance ao São Paulo neste domingo, em Itaquera, e massacrou por 6 a 1 - a maior vitória da história sobre o rival, superando os 5 a 0 de 1996 e 2011 - mostrando a mesma aplicação tática, força coletiva e eficiência dos titulares.

A festa no estádio corintiano começou bem antes da bola rolar, com direito a mosaico gigante comemorando o hexacampeonato brasileiro. E no jogo, os motivos para a torcida da casa sorrir continuaram. O Corinthians marcou muito bem, limitou o São Paulo a pouquíssimas chances e comandou a partida do início ao fim.

Se os gols do primeiro tempo, marcados por Bruno Henrique, Romero e Edu Dracena, foram mais eficientes que brilhantes, o segundo tempo teve um golaço de Lucca após linda troca de passes. Um gol contra de Hudson e um pênalti convertido por Cristian aumentaram a humilhação são-paulina, ainda que Carlinhos tenha descontado para os visitantes. Para completar, Cássio ainda defendeu um pênalti de Alan Kardec.

Agora, o Corinthians soma 80 pontos no topo da tabela, igualando o recorde do Cruzeiro do ano passado desde que o Brasileiro passou a ter 20 clubes. Já o São Paulo, com 56 pontos, segue na quarta colocação, mas pode ser ultrapassado pelo Santos ainda nesta rodada.

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 6 x 1 SÃO PAULO

Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Data: 22 de novembro de 2015
Horário: 17h (de Brasília)
Público: 45.469 (44.976 pagantes)
 Renda: R$ 2.939.497,50
Árbitro: Péricles Bassols (Fifa/RJ)
Assistentes: Miguel Cataneo Ribeiro da Costa e Danilo Ricardo Simon Manis (ambos de SP)

Cartões amarelos: Fagner (Corinthians); Bruno e Thiago Mendes (São Paulo)

Gols: Bruno Henrique, aos 23 minutos, Romero, aos 28 minutos, e Edu Dracena, aos 45 minutos do primeiro tempo; Lucca, aos 15 minutos, Hudson (contra), aos 17 minutos, Carlinhos, aos 24 minutos, e Cristian, aos 31 minutos do segundo tempo

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Felipe, Edu Dracena e Uendel (Yago); Ralf; Danilo (Lincom), Bruno Henrique, Rodriguinho (Cristian) e Lucca; Romero. Técnico: Tite

SÃO PAULO: Denis; Bruno (Reinaldo), Rodrigo Caio, Lucão e Carlinhos; Hudson e Wesley (Edson Silva); Michel Bastos, Thiago Mendes e Rogério (Luís Fabiano); Alan Kardec. Técnico: Milton Cruz

UOL


notícias relacionadas